Disfluência

por Simon Wajntraub

Avaliação: 4.6/5 estrelas (112 votos) | Lido 5595 vezes

Características e Tipos de Disfluência da Fala

Disfluência

Fluência da fala é definida como a progressão silábica harmônica, sem oscilações ou inserções, de um modo que a fala é realizada sem esforços e percebida como normal pelo interlocutor, levando em consideração que mesmo na fala tida por normal se observa uma significativa porção de hesitações e interrupções.

Disfluência

As disfluências são objeto de estudo em várias áreas: elas fazem parte da comunicação verbal e não devem ser confundidas com erros apenas. As disfluências podem se manifestar por meio de pausas preenchidas, repetições, alongamentos, apagamentos, inserções, substituições, truncações, pausas silenciosas atípicas, erros morfossintáticos, marcadores de edição ou outros eventos concomitantes. A análise dos padrões e eventos de disfluência é essencial para muitas áreas do conhecimento humano: não apenas para a Linguística geral, como também para a Psicolinguística, e para a Neurologia, no que se refere ao processamento automático de fala.

As “anomalias da fala” não são meros resíduos erráticos casuais deixados pelo falante quando ele interrompe a fluidez de sua mensagem. Essas anomalias são, primeiramente, padrões linguísticos dotados de regularidades sistemáticas pessoais.

O conceito de fluência, portanto, abriga uma variedade de definições associadas, seja do aprendizado da língua materna, seja do aprendizado de uma outra língua.

Em termos de Linguística, a fluência abrange quatro dimensões: temporal; sintático-semântica; a sócio-pragmática; e metafórica. Assim, a fluência nada mais é do que o uso efetivo da fala.

Tipos de Disfluência

Não Fluência Verbal

A não fluência verbal ordinária é caracterizada por repetições esporádicas de palavras, com alguns prolongamento de sons. Pode acontecer também uma posição articulatória fixa seguida de esforço motor. As pessoas com esse tipo de disfluência não tem medo de falar.

Gagueira

A disfluência conhecida como gagueira se caracteriza pela frequência verbal alterada, com muitas repetições, prolongamentos e posições articulatórias desviantes do padrão normal. Nesses casos, a pessoa desenvolve medo de falar em público e outras características relacionadas a fobia social.

Disfluência Disprosódica Orgânica

Há também a disfluência disprosódica orgânica, marcada pela desorganização da linguagem  ou da fala associada a distúrbios neurológicos: os ritmos são alterados; os sons, distorcidos; a velocidade da fala acaba sendo mais lenta.

Taquilalia

Por fim, há também uma disfluência derivada de uma anomalia no sistema nervoso central, conhecida como taquilalia, caracterizada pelo ritmo da fala mais acelerado que o normal, desorganizada, que torna, muitas vezes, a linguagem incompreensível.

Manifestações da Gagueira

Repetições

Podem ocorrer várias vezes com sílabas, palavras ou mesmo frases.

Pausas

São feitas de maneira anormal, no meio de palavras ou frases.

Prolongamentos

Alongamentos silábicos ou vocálico com duração inadequada.

Interjeições

Inserções de sons, de palavras ou de frases curtas de maneira anormal no discurso.

Bloqueios

Interrupções abruptas de palavras, acompanhadas de esforços vocais ou corporais no início ou no meio das palavras.

Peculiaridades da Gagueira

Gagueira Subjetiva

A gagueira é subjetiva: varia de pessoa para pessoa. Os gagos gaguejam mais no início das palavras e das conversas. Os bloqueios na fala são amis frequentes do que os prolongamentos e a as repetições.

Característica Psicológicas da Gagueira

Cada pessoa tem uma maneira individual de lidar com a gagueira. A maior parte dos gagos identifica as ocasiões na quais terão menor ou maior dificuldade. A gagueira costuma variar de acordo com as circunstâncias experimentadas, e as piores ocasiões envolvem estranhos, autoridades (médicos, chefe), entrevistas e lojas.

Consultas e Atendimentos sobre Gagueira

O Fonoaudiólogo Simon Wajntraub é a maior referência do Brasil em cura da gagueira.

As consultas podem ser marcadas por telefone – não há a necessidade de se dirigir ao local de atendimento para marcá-las – e podem ser realizadas, pessoalmente, nas cidades de São Paulo, Brasília, Campinas ou Rio de Janeiro (em Copacabana ou na Barra da Tijuca), ou pela Internet. Todos os atendimentos devem ser marcados com antecedência.